20/05/2018 Número de leitores: 69

MANO DEGAS, O NEO SOCIALISTA IRADO

PAULO MONTEIRO Ver Perfil

 

Tá jurado e sacramentado: o Degas aqui vai virar Socialista, sim! De saco arrombado de tanta pobreza, mano. E duvide não, o Degas quando se aporrinha fica irado, gente, pois num tem mais quem guente ficar ralando a rabeira na pedra neste país de gente sonsa, onde neguinho fica enrolando trouxa com papo besta que o trabalho dignifica e fica dizendo que quem se esforça sempre alcança. Alcança sim, a gente sabe quem e o quê: o bolso dessa cambada de coxinha do governo e dos capitalista selvagem, fascista e salafrário, isso sim, porque pro degas aqui num tá sobrando nem pra gelada do sabadão com a galera sangue bom lá do buteco. Num tá mesmo não...

Por isso, nós vai mesmo é tomar umas liçãozinha pra aprimorar como funciona o tal do Socialismo com esses filósofo tipo a gracinha da Marcia Tributy, ou Patchouly, ou sei lá que raio de nome arrumaram pra essa criatura metida a querer ser grandes bosta, quando todo mundo sabe que filósofo bom, mas baum mesmo, é Socialista e tem uma careca que impõe respeito como a do Karnal, ou tem a lábia dos mano Caê & Gil, que fica engrupindo uma pá de brou que fuma baseado vencido com uns papo paranóico que nem eles entende, ou então arruma palavrão estrangeiro facinho de falar e bem sonoro, tipo Chomsky, Brecht, Engels pra ficar letrado, citando uns lero daquele desempregado inútil, o Karl Marx, que até a negada aqui do bairro já sabe que foi um medíocre pra lá de mau caráter, mas mesmo assim conseguiu levar no truque a molecada das Universidade.

Uns basbaque, desses com PHD, MD, canudo de MBA e o escambau, que se juntou lá na gringolândia, imagina só se pode, pra celebrar o segundo centenário do nascimento de defunto. Mas deixa estar que a brasileirada aqui do pedaço, que adora ficar imitando gringo e se empanturrar de MacDonald e sanduíche da Subway, tudo lotadinho de maionese e ketchup, coisas que só presta pra matar neguinho de tanto colesterol e pra enricar ainda mais os imperialista nojento e num perde a chance de ficar igual macaquinho adestrado festejando umas panaquice tipo Halloween de gringalhada, também não deixou barato e fez a mesma coisa.

Pois é, veja só, que os mano socialista nem escute, logo agora que a gente resolveu fazer parte da gangue, num é que o cabra da peste conseguiu ficar mais famoso que o JC ? Muito mais do que aquele drogado magrelo e cabeludo, de gosto podrinho pra fotos e parceiras, que foi o Lennon, que só porque legou pro mundo aquela musiquinha de letra piegas, se julgava o rei da cocada e ficava arrotando essas besteira arrogante... deixa ele pra lá que daqui a uns aninho só de pensar na bunda xôxa da Yoko, o povo num vai nem mais lembrar que o bocó existiu. Já o barbudo tinhoso, quem vai esquecer que o pilantra ensinou os caminho das pedra pra galera e provou que o Socialismo é tudo?

Pois é mano: o Socialismo é tudo mesmo e a gente é que era ignorante e teima em não querer aprender as lições dos mais sabidos!... Mas agora o degas aqui aprendeu. Aprendeu sim. E vocês vão ter que aprender também, porque se demorar mais um pouco, vai que a gringalhada lá fora que é meio retardada, como todo mundo sabe, descubra que brasileiro é lento demais e nem é assim aquele povo esperto e safo que eles pensam que a gente é.

O Socialismo vai ajudar o degas aqui a enricar rapidinho, como bem nos ensinou também nosso grande ídolo lá dos Garanhuns que, na manha na manha já garantiu o pé de meia dele e de todas as gerações que virão depois dele, se aquele juizeco lá do Paraná - segundo as palavras dele - não insistir em ficar metendo o bedelho onde não é chamado e ficar querendo achar chifre e triplex cafona na fuça de cavalo.

De cara, nós vai é fundar um Instituto pai d’égua, o Instituto Degas, tipo aquele do nosso ídolo inesquecível, que coxinha invejoso e maledicente chamava de lavanderia Lula só pra dar raiva em filho de Deus, uma instituição pra usufruto da cumpanheirada, com fins benemérito pra tascar palestra de como ser social bem sucedido nas odebrechts da vida e nos açougues do Joesley, essas coisas que a gente faz pra enganar platéia de trouxa. Num vai ser nenhuma Sorbonne metida a besta, daquelas que neguinho afina o biquinho pra falar emproado, mas, quem sabe o degas aqui consiga arrumar também um apêzinho modesto em Paris, nem que seja do tamanho da cozinha daqueles suntuoso casarão do FHC e do Chico Buarque. Pois é mano, aqui ninguém é leso e veio a esse mundo de Deus só pra cantar, ralar e purgar. Não agora que o Degas aqui também é Socialista da gema e benemérito! Não mais. Chega de tanta burrice!

E tem mais, fique esperto que nós já tá até abrindo uns cabide no Instituto Degas pra brou escovado tipo o Vaccari, o Dirceu ou o Cunha, alguém que arrume uns trocado de propina pra faturar contrato bem porreta e mandar bufunfa preta pra Nicarágua, pro Zimbábue, ou pro Afeganistão – ou seja lá pra onde raio for, que esse negócio de país da África é tudo a mesma brigalhada sem fim e miséria de dar dó e nóis num carece ficar botando palhinha nesses vespeiro não - e embolsar uns trilhaozinho em nome do social. Na boa, mano, que essa história de favor de graça é coisa pra mané trouxa, fascista e imperialista, não pra quem é pai de família e tem responsa pra cuidar da negada aqui de casa e num deixar eles na rua da amargura, ôôô louco sô... os demais que se escafeda ou vai pedir uma boquinha pro papai Maduro, pro índio cocaleiro lá da Bolívia ou pro esperto que ficou na cadeira dos Castros mandando bala na cubanada rebelde, até a negada deixar de querer ficar bancando o otário e todo mundo aprender que o Socialismo é que é a única salvação da Humanidade.

Se, Deus nos livre, tiver mais um juiz desses cdf que olhe arrevesado pro nosso lado e se assunte pra botar a gente em cana, tem nada não, brou que é esperto se pendura no bolsa-família e, na pior, garante o sustento da prole com férias e décimo terceiro que uns mano deputado do social tão querendo emplacar pra presidiário e pros mano desfavorecido da sociedade. Que é prêmio de consolação é, pode crer, por isso, se bobear, a gente pleiteia até décimo quarto que ninguém é bastardo não: é fio de Deus sim e faz tudo pelo Social. Vai então que merece ser desamparado na hora do sufoco, gente? Ora, ora, ora. Me economize, gente!

Pois é, e tem mais, a gente ainda vira ídolo da galera aqui do pedaço e divide espaço com os mano cheiroso e enfeitado que põe muito dindim no cofrinho da Caras, todos vivendo num luxo só, mas pelo social e nas manha, lógico; gente tipo a Meryl Streep, aquela loira cruela, mas que bota fala empoderada em cima da macharada toda vez que ganha prêmio, o Stevie Maravilha que num enxerga nem mosca à frente do nariz, mas se for pra defender o Social, o bicho sacode aqueles cachinho e haja enxergar longeeee, o cabra bom de muque que é o Sean Penn, que começou a carreira largando uns sopapo na vagaba da Madonna, mas agora ficou esperto e descobriu que bom mesmo é ser protetor dos fraco e desvalido, o Chaplin, que eternizou a figura do vagabundo sem eira nem beira, pra fazer platéia de burguês molhar o lencinho de tanto chororô, mas morava mesmo é em mansão do balacobaco lá na Suíça dos capitalista, o Bono, que cansou de cantar aquelas zoeira que inventa e agora só quer desfraldar a bandeira do social em tudo o que é lugar que ele dá as caras, pra encher ainda mais os bolsos de tanto caraminguá, ôô louco sô, o Maradona, que botou nosso buraco esquecido, a América do Sul, no roteiro das celebridade, metendo a mão boba pra cima dos pirata da Inglaterra e depois descambou a cafungar como só coxinha malandro e hermano milongueiro consegue, mas agora afinou o perfilzinho de tonel, pra ficar melhor no filme, virou cumpincha do Fidel e do Chavez e dedicado marqueteiro do Social, e até o Picasso, outro careca de nome lustroso, mas com inspiração pra lá de duvidosa, que botava banca com umas garatujas muito da sua mal rabiscada, pra cima desses críticos esnobe e burguês que num entende patavina de coisíssima alguma e fica chamando aquilo de arte, quando a gente que já é bem escolado no social tá troncho de saber que arte mesmo é a do Pablo Vittar, a da gostosona da Anitta e a daquela trupe teatral muito da sua pai d’égua, que eleva a estética e o bom gosto ao nível do sublime e ensina plateia de ignorante e pouco avisado no ofício a enfiar o dedo no fiofó alheio.

Num é mesmo a glória posar de grande benemérito junto a tanto nome reluzente, gente? Glória igual, que a gente lembra, só mesmo a daquele ex-BBB valentão que depois que virou deputado (e daí cara? Vai estranhar porquê? Num tem outro que até palhaço é – isso mesmo, palhaço de circo daqueles de picadeiro, sô? Num tem senador e governador que dá umas tecada braba, na maior cara de pau? Num tem pinguço que virou ídolo em vida – benza-o Deus - e ex-terrorista que virou presidenta, com a graça de Nossa Senhora? Qual o problema? Cês vão querer agora que político seja filho de Madre Teresa e mije água benta? Dá um tempo na implicância e vão cuidar da vida de vocês que deve andar à matraca e despeito mata, viu, gente!) largou a cusparada na fuça do Bolsonaro - aquele capitalista selvagem homofóbico e desqualificado que teve o desplante de ficar elogiando milico sádico e torturador - e com isso lavou a honra e a imagem de cabras, esses sim bem distinto, tipo o Mao, o Che, o Stalin, o Castro e outros profissional do Social, que num tinha conversa nem benzedura não: torturava e botava no paredão toda essa canalhada fascista aos milhões – benza-os deus - mas tudo pelo Social, claro! Era uma limpa só e no atacado, mano.

A gente fica se perguntando até hoje por que é que a Grobo, sempre prestimosa pra cobrir os feitos do Social, num chamou aquele herói destemido pro café da manhã da morena bonitaça, a Fátima Bernardes, pra botar falação bonitinha e perguntar como ele se sentia defendendo a honra e as glórias do Socialismo. Ah! Se fosse com o Degas aqui, mano, que a cobra ia fumar, ia sim...

Então ficamos mais do que conversado desse jeito: o degas aqui vai virar Socialista, com S grandão, desde o bercinho, sim! Daqueles de fé, bem desencanado, que fica postando foto de “Lula Livre” nas rede social pra meter bronca na fascistada otária. Eles tão certo, sim. Quando já se viu prender o Lula, o Dirceu, o Cunha, o Pallocci, só porque são uns mano mais sabido e roubou mais? Então prende todos também: prende Aécio, prende Temer, prende Serra, prende o Alckmin, prende o Jucá. Só vai sobrar a burguesada abestada pra catar bosta nas rua, oras, e aí vocês vai aprender direitinho, porque o degas vai virar comunista é agora e aprender a se dar bem com quem sabe das coisa.  

E num duvide não, mano, que desse jeito o Degas ainda vai ter tanta notoriedade que vai pegar carona daquele vermelhão cheio de prosa nas venta, o Donald Trump, pro topetudo fazer que nem o Obama e falar praqueles mano enfatiotado e cheio dos ziriguidum lá da ONU que o Degas aqui é que é mesmo o cara! Duvide disso não, que pra mim esse lero de republicano e democrata que a gringalhada fica inventando pra confundir plateia de terceiro-mundista é tudo inveja braba que uns tem dos outro, pois até o Kim Jong-Un, o psico amarelão atômico que sabe direitinho como botar gringo se borrando nas calça, saca que imperialista fascista é tudo capitalista selvagem de olho no petróleo da turcalhada e fica com essa onda de fla-flu de ricaço metido a besta. E, tem mais, duvide não que o Degas, já já, vire celebridade e conquiste prêmio de Personalidade do Ano! Ué, ta rindo de quê, se o Moro, que todos tão carequinha de saber que é imperialista e agente dessa CIA nojenta e tenebrosa se enfarpelou pros gringo e posou de herói, por que é que nós, que agora é Socialista emérito e benemérito num vai poder posar?

Pois é, mano, chega de burrice. É tanta gente sabida e reluzente que virou Socialista, por que é que nós, brasileiro e patriota, dum país grandão e bem ricão, num pode também virar Comunista e tirar mais umas lasquinha com os cacos que sobrou da Petrobras que a nossa ex-Presidenta – que Deus ilumine aquele povinho otário lá de Minas que fica botando filhinho de papai playboy e cheirador pra governador, e dê uma mãozinha pra ela ser eleita – teve a honradez de deixar pra esse povo coxinha tapado e ingrato? Afinal, nós num é nem burraldo, tipo aquela indiada venezuelana lá de cima que num aprende nunca a subir na vida, como sempre ensinou nosso ídolo maior lá do Agreste pernambucano. E olha que num é por falta de esforço do papaizão Maduro que tá pra virar uma mãe de tanto torrar o petróleo dos mano bocó e dar tudinho de bandeja pros Castro poder mostrar as garra Socialista e botar gringo imperialista e boçal tremendo nas caneta na maior caganeira.

Bem que o mano Boulos falou: venezuelano tem mesmo é que ficar catando lixo nas rua. Eita povinho que num quer aprender! E olha que o mano Boulos sabe tudo do riscado. Um herói, grande ídolo, guerreiro protetor dos sem terra e desvalido. Pois agora, mano, fique sabendo, os tempo são outro e tem herói pra tudo que é gosto: tem aquele cearense grosso e falastrão que arria o sarrafo em tudo que é negada, que nem a loira lindona e doce, a Patrícia Pilar, conseguiu aturar, tem a Marina, aquela baiana feiona lá do Norte, que usa uns coque simplesinho no cabelo e emerge feito aparição dos seringal do Acre a cada quatro anos pra meter lero bem ecológico e social nos ouvido da galera, mas num convence mais nem velhinha de Taubaté, tem até uma dona de narizinho arrebitado, a Gleisi, uma gracinha que os coxinha vagabundo fica inventando que tem histórico bem safado só pra denegrir o Social, mas que até coxinha broxa e fanático ia querer pra amante e num nega que ela deu umas garibada boa no elenco de filme de terror que a galera das moças do social tava mostrando pro mundo. Um horror, sô, que tava uma coisa de dar dó e num aliviava mais nem bebum no desespero às quatro da matina!

Pois é, mas como o Degas aqui falava, ainda tem o mais bacana de todos eles, a cereja do bolo e o voto certinho do Degas pra derrubar de vez todas as pretensões eleitoreiras do milico capitalista enrustido que só quer acabar de vez com o país grandioso que nosso ídolo dos Agreste e a mamãe Dilma, nossa saudosa presidenta defenestrada pelas maquinações daquele rato traíra, o Michel Temer, vinha construindo com tanto empenho e dedicação: o fabuloso, o inigualável, o único, Guilherme Boulos. Num é que o cabra conseguiu arrumar ocupação pra neguinho sem futuro, tudo deserdado dessa sociedade capitalista e bota eles pra virar comunista nums tal de Movimento Social enfezado e com sigla esquisita, pra fazer muita arruaça e arriar o sarrafo na burguesada decadente. Num é bem maneirinho o que esse implacável guerreiro do Social faz com tanta gente vítima dessa sociedade cruel e salafra, dando ocupação digna a todos eles? Gente, o bicho é o nosso Mandela!

Num é que ele deu um jeito na vida do Deco Ligeirinho, um filhinho de papai com trancinha rasta aqui do bairro que nem se dava à chatice de abrir aqueles livro de lorota que a fascistada empurra pra fio de Deus, mas ia pra escola dia sim dia não, só pra paquerar as mina e foi expulso quando os pais da Moniquinha - uma guria de 13 aninhos bem joiinha e atirada - fez B.O. dizendo que o danado foi pego bolinando os peitinho da filha e quis levar a moça pro mato pra fazer sabe lá o capeta o quê, e depois, por puro preconceito dessa burguesada vingativa que ficava de olho enviesado pro pobre, num arrumou mais o que fazer e ficava dando carteirada nos velhinho pela rua, pra poder sobreviver; e também deu jeito no Edecir, que arribou lá dos miserê das Alagoas, onde só cascavel e o Renan sobrevive, pro morro do Juramento, no Rio Maravilha dos mano baum do Social, o Cabral e o Freixo, e virou aviãozinho do Manecão do Socó, o bam bam bam lá da comunidade, mas teve que fugir aqui pro bairro tirando o dele da reta dos cana fascista, só porque meteu balaço nuns playboy safado que num queria pagar os “teco”. Ora veja só como a fascistada botou o nosso mundo todo de pernas pro ar e só mesmo as Ongues do Social pra consertar: neguinho nem pode mais fazer justiça nesse mundo de Deus que logo vira marginal e perseguido! Tem mais é que virar comunista, gente!

Mas nós, que num é besta nem nada, vai pegar essa pá de gente perseguida e marginalizada pela sociedade burguesa decadente e cadastrar eles todinho no Instituto Degas. E aí mano, ninguém segura mais este país: o Instituto Degas vai bombar... vai bombar sim. Tudo em nome do social!

 

www.cultseraridades.com.br

PAULO MONTEIRO