alicioisac@gmail.com

Alicio Isac Nhabomba
www.cronopios.com.br/rede/alicioisac


BIOGRAFIA

Alicio Isac Nhabomba, estudante e docente da lingua inglesa

tem o sonho de ser um escritor.


08/06/2016 - ARTIGO

A crónica de um sobrevivente à debandada da democracia
Os medias deveriam preocupar-se mais com soluções do que opiniões. Quando um jornalista convida na TV um economista, um juiz, um peixeiro, magarefe, para um debate politico; obviamente, ele ostenta a convicção de que a análise vai ser imparcial porque esses convidados não são partidários. Esta é, simplesmente, uma dedução aparente, sem dúvida, enganosa. Perguntem as televisões europeias erradicadas em África desde 1930, de que partidos são?
 Admitam me dizer que, O facto de alguém não possuir um cartão ou influencia politica não implica estar apartidarizado, Sr. jornalista! O que nos torna partidários é a forma como nós pensamos, quando pensamos tanto diferente quanto igual à esta ou aquele, nos tornamos partidários. Perguntem aos homens dos direitos humanos, de que partidos são?
 Saibam que, o facto de alguém abster-se, lhe torna ainda partidário, pois a abstinência implica oposição a uma prática. Se o indivíduo opta por abster-se, é contra aquele que pratica. Tal como, ninguém foi ensinado a ser adepto de um clube, mas sim nasce o descontentamento de forma involuntária, assim acontece com o partidarismo. Perguntem as televisões independentes, e da verdade, é independente e verdadeiro contra quem?
 Indubitavelmente, aquele que é cidadão ė partidário, não se pode viver num democrático e livra-se disto. Mesmo aquele que é estrangeiro, se for viente de um país democrático terá um partido a favor se tiver alguns 10 anos no país.
Tanto como, aquele que vive no paraíso esta preso ao bem, enquanto, aquele que vive no inferno e

VER MAIS
Acesso ao seu Perfil
Email
Senha
Se você já é autor(a) do Cronópios, já tem sua PÁGINA ATIVA na Rede Cronópios. Clique aqui e solicite login e senha para ativar seu perfil.