luisdesouzapetr@gmail.com

LUIS DE SOUZA
www.cronopios.com.br/rede/luisdesouzapetr


BIOGRAFIA

Escrever para si e para os outros não é moleza. Fácil é respirar. Ser um escritor é como ser um peixe que nunca teve a absoluta idéia de que esteve o tempo todo molhado. Eu insisti nessa ingenuidade quando, assim mesmo, comecei a escrever para mim e para os outros.  Parti para as lendas com índios, virei para contos com idosos e cheguei a recriar histórias de animais reais ou fantásticos. Então vieram os afetos, o amor e o medo, todos fantasiados. Primeiro surfei, depois enjoei e pirei.  Passei menos a escrever e mais a passear nas palavras. As paisagens de viagens entrelaçaram-se  nas minhas impressões imprecisas do espaço ao redor, dentro da curiosidade do olhar de quem vê as palavras certas, mas nunca enxerga o suficiente. Diante de tudo isso e do meu pavor pelo esquecimento, eu acordei com a frase na cabeça de que precisava antes quebrar os ovos para depois fazer o omelete. Então, quero mesmo fazer essa gostosa fritada, sabendo que, depois da vírgula, não tem volta, tem muito mais. É pau.


VER MAIS
Acesso ao seu Perfil
Email
Senha
Se você já é autor(a) do Cronópios, já tem sua PÁGINA ATIVA na Rede Cronópios. Clique aqui e solicite login e senha para ativar seu perfil.